sexta-feira, 12 de novembro de 2010

O livro lido

Acabei de ler o livro agora à noite, sou assim, rapidinho, quando a estória é boa me prendo a ela de uma tal maneira que não consigo soltá-la.

Uma estória inesquecível de amor, carinho e compreensão, o primeiro amor, o amadurecimento, a relação entre pais e filhos, o recomeço e o perdão...

É o que está na contracapa do livro.

A única diferença é que no lugar de estória vem história, e eu discordo.
Pra mim história está ligado a fato real ao passo que estória a um conto.
Aceito correções!

Editando:

Segundo a Janeísa, no Brasil, é somente história, não temos "estória", então reproduzo aqui a maneira que foi escrita no livro:

Uma história inesquecível de amor, carinho e compreensão, o primeiro amor, o amadurecimento, a relação entre pais e filhos, o recomeço e o perdão...

E já estou pensando em ler outro, ou do mesmo autor, ou de outro, mas claro, sem forçar a vista.
Depois vou lá no Skoob fazer a anotação do livro lido.

Não vou poder dizer que não li um inédito este ano, acabei de lê-lo, e o indico.
Prefiro romances e dramas.
O engraçado é que teve partes que eu quase chorei, segurei, e outras, no final, que me vi rindo.
É tão bom quando a gente encontra uma leitura assim.

Quando olho para um livro com quase 400 páginas - nunca conto o número de páginas que o livro tem, apenas vou lendo - chego a tremer, mas a partir do momento que começo a leitura, tudo muda.

Este ano li três livros, um pela quarta vez, outro que ficou pela metade, que falava de blogs e jornalismo, e que achei um tédio, esperava muito mais dele, e este, e se tivesse que indicar algum seria este último, A Última Música.

Abraços a todos e obrigado pelos comentários, e pelo carinho.


2 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Já terminou de ler? Qdo a leitura é boa e nos prende de uma maneira que o melhor mesmo é ver logo o fínal.

Uma boa dica a sua amigo, Natal chegando, na família tem uns que gostam de ler, um bom presente.

Bom fim de semana.

beijooo.

Janeisa Tomás disse...

Oi Mauro, também penso como vc., mas atualmente "história"e "estória" aqui no Brasil tem o mesmo significado porque "Estória" não 'existe' em nosso idioma, apenas história mesmo, valendo tanto para ficção como relato histórico.

Bjs

Template

S empre é bom mudar a cara do blog de tempos em tempos, mas achei que os templates novos, aparentemente, do Blogger, fossem manter a aparên...