sábado, 28 de abril de 2012

Pela vida humana!


Ontem à noite vi o filme A Informante, que fala no tráfico de pessoas, mulheres.
É um filme triste, pois fala de jovens sem futuro e forçadas a uma vida de dor, o pânico estampada no rosto de cada uma, e poucos ou ninguém a lutar por estas pessoas.
Isto acontece até hoje, jovens que após serem sequestradas são obrigadas a se prostituirem, jovens que viajam para o exterior em busca de um emprego, de sua independência, e acabam forçadas e na prostituição, sem ninguém por elas, e sem contato com o mundo, sem contar a dor dos familiares atrás de alguma notícia sobre o paradeiro de suas filhas.

Enquanto isso governantes do mundo pensam em bombas atômicas, armas de guerra, investem mais na guerra e seu poderio do que na vida.

Na África meninos e meninas morrem de fome, fotos já foram expostas para o mundo todo, a dor da miséria, do não ter o que comer, de uma vida muito triste, infeliz, mas nem assim estas pessoas que investem pesado em armas que matam, mostram solidariedade por mulheres desaparecidas se prostituindo em algum canto do mundo ou por crianças esqueléticas com o olhar perdido.

Lutam para tentar acabar com a nossa privacidade aqui na internet, tudo para invadir nossas casas, nossas vidas, países alheios com guerras desnecessárias, nada para construir, para levar comida, amor, carinho, uma mão para ser estendida a quem não tem futuro ou a quem não sabe a quem recorrer ou como pode recorrer.


Se for para lutar que seja pela vida humana, e só!


No filme A Informante organizações estavam envolvidas, assim como as polícias, havia dois grupos de policiais... vejam o filme.
Não valia a pena mexer com esse comércio de escravas pois rendia muito para estes senhores do mal, do mal sim, e sem escrúpulos.

O pior é que isso não acabou com o fim do filme de ontem, que segue acontecendo em vários lugares do mundo, e que quem combate este comércio está sempre um passo atrás.
Investem na guerra, no armamento, no comércio de drogas,
crime organizado, no que for rentável para eles, mas deixam de lado a vida humana, a vida de inocentes... quem?
É muito triste tudo isso!

Ontem eu vi este filme, baseado em história real, logo nada light, um drama, e não pude ficar bem, mas para quem quiser dividir este momento de raiva comigo, porque fiquei assim com o que eu vi, veja a sinopse do filme visto.

A Informante
(Rachel Weisz)

Sinopse

A história verídica de Kathryn Bolkovac, uma ex-policial que aceitou trabalhar na missão de paz da ONU na Bósnia. Depois de ser demitida por expor o envolvimento dos agentes da ONU no tráfico sexual no país.

Há algum tempo atrás vi um outro filme que falava do assunto, sobre comércio ilegal de pessoas, Busca Implacável, com Liam Neeson.



Busca Implacável
(Liam Neeson)

Sinopse

Bryan escuta, pelo celular, o momento do sequestro de sua filha por uma gangue especializada no tráfico de mulheres. Agente aposentado do serviço secreto, Bryan então começa a reunir pistas para poder encontrar e salvar sua filha.

Parece que há uma lei no Brasil, que a polícia só começa a agir após 48 horas do desaparecimento de alguém, está na lei - confirmem por favor - mas neste tempo muito pode ter acontecido.
A lei tem que mudar e beneficiar quem está procurando seu familiar, além de preparar melhor o policial e dar mais recursos para combater este e outros crimes.


Já é hora de mexerem em nosso código, e atualizarem as leis que existem, as pessoas não estão protegidas, eu não estou, e acho que nem você, pois há brecha em muitas delas, e o que vale é a vida e quem amamos.

Um comentário:

.bárbara disse...

Taken eu já assisti. Mas a informante não consegui ver todo, sempre pego trechos.

Vou parar pra assistir sim.

É triste, mas a vida humana quase não tem valor para os governantes...aliás, vida alguma.

ótimo post Mauro.
abraço!

Template

S empre é bom mudar a cara do blog de tempos em tempos, mas achei que os templates novos, aparentemente, do Blogger, fossem manter a aparên...