sábado, 14 de agosto de 2010

Revoltante

Chega a ser revoltante a punição dada aos adolescentes estupradores, o caso de Santa Catarina, e ainda por cima, assistida, com psicólogos, e pergunto, e a menina abusada?
Como ela fica nesta história toda?
E a vida dela?
As marcas que ficarão nela, não contam?

Na rede social de um deles havia algo como "eu como quem eu quero".
E mesmo assim foram os menos prejudicados.


É a isto que chamam de justiça?
E se eles fossem filhos de brasileiros da classe pobre, também seriam punidos da mesma forma?

Muito precisa mudar, e que comecem por estas eleições, com o teu voto.
Mude!

Olha, estou tão indignado como qualquer outro, com o que se vê e ouve por aí, e com a justiça brasileira também.

Além disso fico revoltado também com o tratamento dado as mulheres do oriente, como se fossem animais, tendo que se esconder ou sendo punidas severamente por pessoas doentes que consideram-se deuses.
Que lei é esta?
E não venham falar em cultura porque isto é assassinato!



8 comentários:

Imprensa Brasileira disse...

Amigo Koisas e Coisas,
Comentário relativo. Caro amigo eu acho que a violência contra a Mulher seja em qualquer idade é espantosa e covarde.
A violencia começa nas nossas casas que não damos o valor das palavras de nossas crianças. Pois somos omissos a violência que pertubam tantas crianças em todo mundo.
Um abraço.
http://www.imprensabrasileira.com.br/2010/08/por-que-os-homens-nos-matam.html

Luciana disse...

Oi Mauro
Tudo bem contigo?
Quem não fica revoltado com a impunidade todo dia a gente vê e ouve coisas absurdas e como existe a impunidade cada vez mais vamos ver mais e mais crimes enquanto não mudarem as leis no Brasil.
Brad e a Angelina são muito chiques sempre impecaveis nas premieres de filmes.
Hoje vou ver um filme que faz tempo que eu vi foi em VHS Don Juan de Marco com o saudoso Marlon Brando e o Deep.
Bjs amigo e bom fim de semana infelizmente com muito frio.

Bonequinha de Luxo disse...

Mauro,meu amigo, também fico revoltada com qualquer tipo de violência, este em especial, não sei onde nossa sociedade vai parar, a impunidade se transforma em poder para os "inocentados" pela justiça, bjs, Va.

Tamires =] disse...

Olha Mauro, assim como vc, tbm me revolto bastantee com essas coisas, indignação total.
É mto complicado julgar, por causa de todas essas leis, questões de maior ou menos idade... mas acredito q do jeito q as coisas são, isso ainda vai revoltar mta gente, pq nada muda d uma hora pra outra no Brasil (exceto horário de verão rsrs).
Concordo com a sua idéia.
bjo

Sou blogueiro - INDICOESSE disse...

O tratamento muitas vezes dado às mulheres no Oriente é cultural mas não deixa de ser uma desgraça mundial. A ONU, ou alguma instituição, tinha que interferir nos assuntos desses países pra que criassem leis a favor dessas mulheres.
Do caso dos estrupadores de SC eu não sei bem como deveria ser. Talvez tratar esses "delinquentes".
Nessa estória toda quem acaba sofrendo é a mulher.

Janeisa Tomás disse...

Mauro fiquei estarrecida com este caso de Florianópolis, ontem li na ZH que a pena será prestar 8 hrs. de serviços comunitários...é um absurdo...mas acredito muito na justiça Divina.
Bjs

Denise disse...

Já disse mil vezes: não exite justiça no Brasil. O que existe é uma troca de favores.. Simples assim.. É uma nhaca mesmo viu...

_dani disse...

Sim, nesse caso, além de a vítima ser pobre é mulher. No mundo machista, é culpa da mulher despertart o desejo nos "doentes" (homens).

O que fazer, como resolver?
Tá complicado, e enquanto as coisas que vc mencionou aqui continuarem a acontecer... iiihh
:(
Lamentável!

Template

S empre é bom mudar a cara do blog de tempos em tempos, mas achei que os templates novos, aparentemente, do Blogger, fossem manter a aparên...