quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

É preconceito sim

Sempre fui assíduo leitor destes livros de bancas, Sabrina, Julia, Clássicos do faroeste, e outros que não lembro o nome, pois é, há alguns anos atrás entrei em contato, por e-mail, com uma editora, que não lembro o nome, mas nada veio de volta, nem o clássico "recebemos sua mensagem", nadinha, o que achei uma falta de respeito.
Acontece que estes livros começam por "queridas leitoras" ou "querida leitora", e acho que deveria ser "queridos leitores", englobando homens e mulheres, porque a leitura é para todos, e houve uma campanha aí que o slogan era Ler é cultura.
E o homem não vai deixar de ser homem por ler estes livros, romances, mas estas editoras sim, elas estão sendo bem preconceituosas.

Lembro uma temporada na praia, que comprei exatos 21 destes livros, e li todos.
Depois que lia emprestava, e passava de mão em mão.
Eu adoro ler, ler romances água com açucar, como ver alguns filmes do gênero.
Já bastam as notícias, a vida em si, o que os jornais apresentam para nós, sangue, desabamento, terremoto, tiroteio, drogas, etc e tal, então escolho a minha notícia, os filmes que eu quero ver, e claro, busco o meu tipo de leitura, bem light.
E sobre livros, não lia um desde o verão de 2006, quando estava relendo Se Houver Amanhã, de Sidney Sheldon, mas peguei conjuntivite, parei, e nunca mais li um livro, até este da Editora Nova Cultural, que assim como outras, também é preconceituosa.
O livro que li, comprei e li ontem mesmo, foi Um Cáuboi Em Minha Vida.

Carnaval acabou domingo, apenas como registro, e eu estou com muitas dores nos cotovelos e ombros, mas vai passar.

Abraços a todos e valeu pelos comentários.
Digitar agora, para mim, é um crime contra mim mesmo, logo vou evitar comentar um ou dois dias.



9 comentários:

Rosan disse...

oi Mauro
concordo contigo, é preconceito sim.
e também concordo com toda esta liovencia e tragédias acontecendo todo o dia, e muito bom poder selecionar umas leituras mais saudaveis, romanticas sim porque não; já que a vida nem sempre é tão bela quanto os nos livros, vale smpre a pena sonhar nas páginas de um bom livro.

quanto ao carnaval, ainda bem que acabou.

torço pela tua recuperação.

Beijo

Gabys disse...

Tenho a mesmo opinião. A vida já é tão difícil, já acontecem tantas tragédias, nada melhor do q uma leitura light, um romance agua com açúcar pra se desprender de tudo isso. Qdo chego em casa a ultima coisa q quero saber é d gente morrendo rs
Mas c certeza, são pouquíssimos os homens q gostem desse tipo de leitura, o q não justifica o tal "querida leitora". Mais ridículo ainda uma editora não dar a mínima para um leitor.

Respondendo sua pergunta, Gabys vem da faculdade, qdo eu morava em minas, apelido entre a panelinha rs

Vanda disse...

Oi Mauro, te agradeço pelo comment, e peço desculpas se as vezes passo batido por aqui, apenas leio e não deixo comment.
Na verdade, o comentário é o retorno daquilo que escrevemos, valeu!
Conte comigo, sempre!

Lidia Ferreira disse...

Nossa eu tinha coleção deste livros .
Meu querido achei vc muito corajoso da sua parte disser sobre isso e concordo , voce não diminuiu em nada seu lado masculino
Bjs

_dani disse...

Lembro que comecei a ler um desses livros quando era criança. Não entendia direito algumas coisas, claro! O livro é de conteúdo adulto, de certa forma. Minha prima eraviciada, hoje em dia tenho uma amiga que tem coleções intermináveis deles... Realmente é difícil encontrar homens com esse hábido, mas independentemente disso, mancada das feias da editora de restringir o seu público ao feminino. Não vejo isso como preconceito, e sim como pessoas sem muita noção de mercado! Uma pesquisa simples de opinião resolveria isso! Mas... Ainda falta um pouco para as empresas valorizarem trabalhos desse tipo!

Que bom que voltou a ler! ;)

abs

Gremista Fanático disse...

E com certeza um grande erro não mencionarem leitores homens apenas por ser o livro de tendencia feminina, mas isso acontece lamentavelmente. Posha cara voce me lembrou agora de Sidney Sheldon, e como faz tempo que nãom leio nada, curti muitos livros dele, abraço.

Saudações do Gremista Fanático

Garota Karioka disse...

Olá,
Concordo com você. Por que excluir os homens de uma leitura tão gostosa?
Será que os autores pensavam que os homens não querem ler romances?
O amor é universal!
Espero que você melhore o mais rápido.
Beijos, beijos!

Guilherme Palma disse...

o preconceito esta em todas as partes de todas formas sobre qualquer coisa

Denise disse...

Nossa"! Esses livros ainda existem? Eu li tanto deles quando era mais nova..
Acho que esse lance de ''queridas'' no começo dos livros se deve a nossa sociedade que separa os gêneros em ''coisas de homem' e ''coisas de mulher'', o que eu acho ridículo. Temos que evoluir muito ainda pra mudar essa mentalidade..
Bjss

Template

S empre é bom mudar a cara do blog de tempos em tempos, mas achei que os templates novos, aparentemente, do Blogger, fossem manter a aparên...