sábado, 2 de julho de 2011

Sorte e competência

Nada contra o novo técnico do Grêmio, e para dizer a verdade eu não o conheço como talvez devesse, mas no caso do Grêmio, a direção trocou um seis, no caso sete, por uma aposta, que pode dar certo como não, e pelo que fez o ano passado, preferia o Grêmio do Renato sob o comando do Renato, mas Odone nunca quis ele, herdou o eterno camisa sete do Grêmio, da direção passada, e teve que engolir porque o Grêmio estava em grande fase, mas quando viu a oportunidade de chutar o cara de quem não gostava, nem pensou duas vezes, não era o Grêmio, não era a torcida, era a sua vontade, única, que estava em jogo, e aí estamos.
Desejo ao Julinho Camargo muita sorte e competência, e que saiba mesclar a equipe, e não transformar o elenco do Grêmio num time de base.
Para continuar como estava que ficassem com o Renato porque como torcedor eu acreditava nele, e da mesma forma vou ter que ver muitos bons resultados e um título, para voltar a acreditar no senhor Odone, e por ora isto é meio difícil.
Cobrem-me depois!


2 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Muitas bençãos amigo.

beijooo.

Graça Pereira disse...

Passei para deixar um beijo.
Graça

Template

S empre é bom mudar a cara do blog de tempos em tempos, mas achei que os templates novos, aparentemente, do Blogger, fossem manter a aparên...