sábado, 16 de julho de 2011

A nota

Faço o Facebook da Igreja do Porto, coloquei uma nota lá que me chegou errada, mas foi corrigida a tempo, e um padre de uma outra comarca pegou no meu pé, não entendi nada de suas observações, uma vez que eu tinha corrigido a nota, e que não havia razões para todo aquele auê, e ele acabou retirando-se do facebook da igreja, e eu quase peguei o bonde, porque há horas venho pensando em largar lá, muito pela falta de ajuda, mas sigo escutando meu amigo, e coordenador da pastoral, e vou ficando.
Ficou super chato, mas para me proteger, salvei toda aquela conversa, e já enviei ao pároco da minha igreja aquela troca de mensagens.
E como disse o coordenador da Pastoral da Comunicação - Pascom, assunto encerrado.

Somos 1136 pessoas lá e com um apenas deu problema, o chato é que foi com o amigo do padre da nossa igreja, mas também estou ali, no limite, pois ninguém é de ferro, muito menos eu.

Todo mundo está na rede social, e coloquei a igreja para também estar, e ela foi muito bem recebida, pessoas que ofereceram seus préstimos, que deixaram depoimentos de suas lembranças, do quão importante a Igreja do Porto foi e continua sendo em suas vidas, que foram carinhosas e a convidaram para suas amizades, até agora mais de 500, e há aquelas que estão pedindo para ajudar, então será que por causa de uma pessoa tudo isto deve parar?

Confesso que o final de sexta para mim não foi o melhor, e tudo devido a este, para mim, mal-entendido, mas assunto encerrado.
É melhor assim!

Minha mãe acha que eu deveria parar, eu tenho os meus faces e outros programas na internet, e se é tão difícil alguém da comunidade, do grupo jovem, das pastorais, vir ajudar, estender a mão, por que tenho que ser eu e sozinho a passar por tudo isto, por quê?

Vou levando ainda lá, e também porque gosto de estar conectado, mas não vai ser para sempre, e ainda quero conversar com o pároco, ainda quero marcar uma reuniao - vai acontecer mesmo - para por os pingos nos is e selar qualquer diz que diz.

É isto, foi mesmo um desabafo.

Nenhum comentário:

Template

S empre é bom mudar a cara do blog de tempos em tempos, mas achei que os templates novos, aparentemente, do Blogger, fossem manter a aparên...